Bolsonaro é o primeiro presidente brasileiro a admitir a Operação Condor

Post Deixe um comentárioPostado em Reportagem

Por Luiz Cláudio Cunha   Jair Bolsonaro, o capitão-presidente eleito na democracia, acaba de fazer o que não fez nenhum dos generais-presidentes impostos pela ditadura de 1964: é o primeiro governante brasileiro a reconhecer publicamente a ‘Operação Condor’— a clandestina e secreta conexão multinacional de repressão montada na sangrenta década de 1970 pelos países do […]

Operação Condor: Itália envergonha a Justiça (sic) brasileira

Post Deixe um comentárioPostado em Reportagem

A Itália faz o que o Brasil nunca fez: botou no banco dos réus os militares brasileiros envolvidos com a Operação Condor, a multinacional repressiva que nos anos 1970 coordenou a caçada a dissidentes no Cone Sul do continente, dominado na época pelos generais das ditaduras que assolavam a região. Nesta quarta-feira, 29, o papel […]

Corte de Roma julga três militares Brasileiros da Operação Condor

Post Deixe um comentárioPostado em Reportagem

Na quarta-feira, 29, a Itália fará o que o Brasil não fez. Teremos em Roma a última chance de condenar algum brasileiro nos crimes da Operação Condor. A Corte Romana julgará três agentes da repressão brasileira, todos gaúchos, envolvidos no desaparecimento do ítalo-argentino Lorenzo Vinãs Gigli, desaparecido em Uruguaiana (RS) em 26 de junho de 1980. […]

1964: imprensa encobriu a conspiração e deu apoio total ao golpe

Post Deixe um comentárioPostado em Jornalismo em Debate, Reportagem

Nas origens da conspiração que levou ao golpe de 1964, está a digital da mídia que ajudou, por atos, fatos e versões, na criação do clima político que lançou o país num abismo autoritário de 21 anos. E ajudou, depois, na consolidação do regime, com seu apoio explícito. Por Luiz Cláudio Cunha Publicado originalmente em […]

Generais omitiram até os 22 dias que Dilma Rousseff amargou no DOI CODI

Post Deixe um comentárioPostado em Reportagem

O Exército, a Marinha e a Aeronáutica mobilizaram durante quatro meses seus oficiais-generais mais qualificados para desfechar o mais canhestro ataque militar dos últimos tempos no Brasil — fuzilando o bom-senso, torpedeando a inteligência, bombardeando a memória nacional e condenando ao extermínio a verdade segregada nos campos de concentração erigidos pela mentira. Por Luiz Cláudio Cunha […]