Jairo Jorge foi o prefeito mais bem avaliado nas grandes cidades do RS em 2015

Em propaganda eleitoral na TV, ex-prefeito de Canoas destaca levantamento feito pelo Instituto Methodus em 2015, no qual seu governo obteve 77,8% de aprovação – o maior índice entre os prefeitos das quatro maiores cidades do RS.

Beta Redação*

Em propaganda eleitoral veiculada na TV no dia 3 de setembro, Jairo Jorge, candidato ao Piratini pelo PDT, disse que foi escolhido o melhor prefeito entre as grandes cidades do Rio Grande do Sul. Jairo governou Canoas por dois mandatos consecutivos, de 2009 a 2016.

“Fui escolhido o melhor prefeito entre as grandes cidades do Rio Grande do Sul”.

O programa mostra uma página do jornal Correio do Povo, onde foi publicada uma pesquisa feita pelo periódico em parceria com o Instituto Methodus. O Truco nos Estados – projeto de checagem de fatos da Agência Pública, feito no RS em parceria com o Filtro Fact-checking – conferiu que, de fato, Jairo Jorge teve o maior índice de aprovação entre os prefeitos das quatro maiores cidades do RS em 2015.

Jairo Jorge teve 77,8% de aprovação de sua gestão em Canoas, segundo a pesquisa. Depois, seguem Alceu Barbosa Velho (PDT), de Caxias do Sul, com 65,5% de aprovação; José Fortunati (PDT), de Porto Alegre, em terceiro lugar com 56,2% de aprovação; e Eduardo Leite (PSDB), de Pelotas, com 46,7% de aprovação.

A referida pesquisa foi realizada em 2015, cerca de um ano antes das eleições municipais de 2016, como explica o CP na divulgação do estudo. Conforme a metodologia descrita no rodapé do infográfico que ilustra a reportagem, foram ouvidas 600 pessoas de cada uma das cidades analisadas entre os dias 17 e 23 de setembro de 2015. A margem de erro estimada é de 4 pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%.

Procurados pela Beta Redação, o Instituto Methodus e o jornal Correio do Povo informaram que não foram realizadas outras edições do levantamento. Assim, não há como estabelecer uma comparação das avaliações dos prefeitos no decorrer de seus mandatos. Com base no estudo referenciado pelo candidato, portanto, a informação é verdadeira.

*Este conteúdo foi produzido por Alessandro Garcia, André Martins, Caroline Tentardini, Guilherme Chaves e Laura Pavessi como resultado de uma oficina do FiltroLab realizada na disciplina Beta Redação – Política, do curso de Jornalismo da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Relacionados