As três últimas casas antes da rua virar mato são de madeira, pintadas de azul, verde e branco. Na azul, com uma roseira carregada de flores vermelhas, morava Viviane, 14 anos. Na verde vive Tati, 13. A branca é de Clairton, 17, primo de Viviane, apaixonado por Tati. O ódio entre as meninas adolescentes foi maior do que aquele pequeno pedaço do mundo e transbordou em tragédia.

Por Renan Antunes de Oliveira

Publicado originalmente em Jornal JÁ

 


Andréa amava Luiz Henrique
que amava sua mulher Beatriz Helena
que amava vários homens,
entre eles Nelson,
que era casado com uma mulher
que não sabia nada da história.
Essa teia de amor e traições acabou mal:
Andréa foi drogada e sodomizada,
Beatriz Helena foi queimada viva,
Luiz Henrique está na cadeia
e a mulher de Nelson pediu o divórcio depois
que todos os rolos do marido foram expostos
na 1ª Vara Criminal de Novo Hamburgo.

Por Renan Antunes de Oliveira

Publicado originalmente em Jornal JÁ